Buscar
  • Kamyla Guasth

COMO EMPREENDER NA PANDEMIA


Tendo em vista os grandes desafios que a Pandemia do novo coronavírus trouxe para os empreendedores, como as medidas impostas pelo governo, em que tiveram que se adequar com o inédito cenário, mudanças quanto a forma de se relacionar com os clientes e a maneira de realizar suas vendas. Essa realidade não demonstrou vantagens para muitos empresários, causando um significativo impacto, o que ocasionou o fechamento do seu negócio, pela falta de recursos e meios para manter o novo padrão de exigências.

Para outros, surgiu uma grande oportunidade de iniciar práticas direcionadas para o mundo digital, tendo em vista as exigências do mercado de consumo em que o foco principal direcionava para o distanciamento físico, e a satisfação das necessidades do consumidor. Assim a utilização de ferramentas digitais ganharam destaque, e proporcionou ao consumidor comodidade, segurança durante suas compras realizadas por e-commerce e outros meios digitais, mantendo o distanciamento e suprindo suas necessidades.

Com base em uma pesquisa feita pelo Sebrae, o empreendedor tem se adequado bem com as novas exigências estabelecidas após o início da Pandemia.

O estudo mostra que 70% dos micro e pequenos empresários, usam as ferramentas disponíveis na internet para impulsionar as suas vendas. Antes da crise da Covid-19 apenas 59% que se apoiavam no mercado digital. Segundo o Sebrae o WhatsApp tem sido usado por 84% dos empreendedores para realizar vendas, além da possibilidade de sanar dúvidas dos consumidores, realizar apresentar novos produtos e até fechar vendas. E de fato com tanta agilidade que esse recurso oferece, tem sido extremamente útil. Por fim é fundamental que os empresários que optaram em adaptar com as ferramentas digitais se aperfeiçoarem em todas as práticas utilizadas em seu negócio buscando melhoria a cada dia, pois a internet também impulsionou o negócio dos seus concorrentes. Diferente da demora em abrir um negócio físico, ao optar por um negócio virtual é indiscutível como é rápido e instantâneo. O que irá diferenciar o seu negócio no mercado digital, é como você está qualificado, bem como a forma de lidar com seu fluxo de caixa, reservas para investir e capacitação, pois é de extrema importância o investimento em melhoria dos produtos e da plataforma utilizada para divulgá-los. Serviços como inteligência artificial e automação já começaram a ser implementados em algumas empresas. Sendo uma excelente oportunidade para quem deseja abrir uma empresa voltada para tecnologia. Empresários que optaram ter um negócio em outro segmento, deve primeiramente fazer um estudo sobre o mercado, para ter certeza de que o seu produto ou serviço será essencial e necessário por muito tempo, além de está atendo as mudanças que a pandemia do coronavírus causou nos consumidores. Tendo em vista que muitos dos novos empreendedores, são pessoas que foram demitidas, e decidirão utilizar as verbas rescisórias para empreender. Através de um estudo adequado, tem em vista os traços do perfil do seu cliente, contar com as ferramentas digitais para a empresa, tendo em vista o novo perfil de consumo, é de extrema importância fazer uma análise de como o consumidor pensa, afim de entender que no momento atual, sua grande preocupação é com a sua saúde e bem estar. Buscar se atualizar com as ferramentas tecnológicas voltadas para seu segmento, também é um ponto que merece destaque, pois dessa forma planejar se torna muito mais fácil colocar em prática seu negócio, sem dor de cabeça e surpresas.

Se você gostou dessa matéria e deseja se manter atualizado, acompanhe o nosso blog, siga nossas redes sociais, e em caso de dúvidas entre em contato em nossos canais de atendimento.

5 visualizações0 comentário